a10c5 insulina humana analogos de acao prolongada


RESULTADOS: 30

  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAST(FLEXPEN)
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201145
     
    PMC: 94.21
  •      R$ 80.88
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 83.64
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LANTUS SOLOSTAR
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML  + 1 SISTEMA APLIC PLAS
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058003029
     
    PMC: 144.98
  •      R$ 86.03
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 86.68
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAST(FLEXPEN)
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201145
     
    PMC: 94.21
  •      R$ 90.72
     
  •     FARMA 22
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAST(FLEXPEN)
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201145
     
    PMC: 94.21
  •      R$ 91.96
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      LANTUS SOLOSTAR
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML  + 1 SISTEMA APLIC PLAS
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058003029
     
    PMC: 144.98
  •      R$ 92.99
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAST(FLEXPEN)
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201145
     
    PMC: 94.21
  •      R$ 97.49
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAS (FLEXTOUCH) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201916
     
    PMC: 151.14
  •      R$ 107.23
     
  •     FARMA 22
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 112.37
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAS (FLEXTOUCH) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201916
     
    PMC: 151.14
  •      R$ 113.00
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 124.73
     
  •     DROGARIA PRIMUS
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAS (FLEXTOUCH) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201916
     
    PMC: 151.14
  •      R$ 128.94
     
  •     LIFE MEDICAMENTOS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 129.58
     
  •     ONCOEXPRESS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML 
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058025137
     
    PMC: 131.29
  •      R$ 139.00
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      LANTUS SOLOSTAR
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML  + 1 SISTEMA APLIC PLAS
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058003029
     
    PMC: 144.98
  •      R$ 139.60
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAS (FLEXTOUCH) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201916
     
    PMC: 151.14
  •      R$ 146.39
     
  •     FARMA 22
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 1 CARP VD INC X 3 ML X 1 SIST APLIC PLAS (FLEXTOUCH) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201916
     
    PMC: 151.14
  •      R$ 148.09
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      TOUJEO
  •      Apresentação: 300 U/ML SOL INJ CT 1 CAR VD TRANS X 1,5 ML + 1 CAN APLIC
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058020323
     
    PMC: 201.52
  •      R$ 201.96
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      TOUJEO
  •      Apresentação: 300 U/ML SOL INJ CT 1 CAR VD TRANS X 1,5 ML + 1 CAN APLIC
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058020323
     
    PMC: 201.52
  •      R$ 208.26
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 FA VD INC X 10 ML
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058009205
     
    PMC: 407.34
  •      R$ 259.52
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 FA VD INC X 10 ML
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058009205
     
    PMC: 407.34
  •      R$ 268.66
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 5 CARP VD INC X 3 ML X 5 SIST APLIC PLAST(FLEXPEN)  
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201152
     
    PMC: 484.84
  •      R$ 308.50
     
  •     ONCOEXPRESS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 FA VD INC X 10 ML
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058009205
     
    PMC: 407.34
  •      R$ 365.30
     
  •     FARMA 22
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 FA VD INC X 10 ML
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058009205
     
    PMC: 407.34
  •      R$ 371.58
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 5 CARP VD INC X 3 ML (PENFILL) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201138
     
    PMC: 457.6
  •      R$ 378.21
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      LANTUS
  •      Apresentação: 100 UI/ML SOL INJ CT 1 FA VD INC X 10 ML
  •      Princípio Ativo: INSULINA GLARGINA...
  •      Fabricante: SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7891058009205
     
    PMC: 407.34
  •      R$ 392.24
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      LEVEMIR
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 5 CARP VD INC X 3 ML (PENFILL) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DETEMIR...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201138
     
    PMC: 457.6
  •      R$ 473.51
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 5 CARP VD INC X 3 ML (PENFILL) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201978
     
    PMC: 755.7
  •      R$ 536.19
     
  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      TRESIBA
  •      Apresentação: 100 U/ML SOL INJ CT 5 CARP VD INC X 3 ML (PENFILL) 
  •      Princípio Ativo: INSULINA DEGLUDECA...
  •      Fabricante: NOVO NORDISK FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7897705201978
     
    PMC: 755.7
  •      R$ 771.97
     



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


INSULINA DEGLUDECA


Para que serve o Insulina Degludeca

Insulina degludeca é indicada para o tratamento do diabetes mellitus.

Contraindicação do Insulina Degludeca

Hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um dos excipientes listados no item “Composição”.

Este medicamento é contraindicado para menores de 18 anos.

Como usar o Insulina Degludeca

POSOLOGIA E MODO DE USAR

Modo de Usar

insulina degludeca é apenas para administração subcutânea e não deve ser administrado por via intravenosa, uma vez que pode resultar em hipoglicemia grave.

Também não deve ser administrado por via intramuscular, uma vez que isto pode alterar sua absorção.

insulina degludeca não deve ser usado em bombas de infusão de insulina.

insulina degludeca é administrado por via subcutânea com aplicação na coxa, na parte superior do braço ou na parede abdominal.

Os locais de aplicação devem sempre ser alternados dentro da mesma região a fim de reduzir o risco de lipodistrofia.

Precauções para Manuseio e Descarte

insulina degludeca FlexTouch é um sistema de aplicação preenchido desenvolvido para ser usado com as agulhas da Novo Nordisk.

insulina degludeca FlexTouch 100 U/mL dispensa de 1 a 80 unidades em incrementos de 1 unidade.

insulina degludeca FlexTouch é para uso individual.

O carpule não deve ser preenchido novamente.

insulina degludeca não deve ser utilizado se a solução não apresentar aparência límpida e incolor.

insulina degludeca que foi congelado não deve ser utilizado.

As agulhas devem ser descartadas após cada injeção.

Incompatibilidades 
Substâncias adicionadas a insulina degludeca podem causar degradação da insulina degludeca.

insulina degludeca não deve ser adicionado a fluidos de infusão.

Este medicamento não deve ser misturado com outros medicamentos.

Posologia 
insulina degludeca é uma insulina basal de ação ultra-longa para administração subcutânea uma vez ao dia a qualquer hora do dia, preferencialmente no mesmo horário todos os dias.

A potência dos análogos de insulina, incluindo a insulina degludeca, é expressa em unidades (U).

Uma unidade (U) de insulina degludeca corresponde a uma unidade internacional (UI) de insulina humana e a uma unidade de todos os outros análogos de insulina.

insulina degludeca tem uma taxa de absorção lenta e consistente que fornece um efeito hipoglicemiante linear e estável, resultando em uma baixa variabilidade do efeito hipoglicemiante.

Quando necessário, o paciente pode mudar o horário da aplicação única diária.

Diabetes tipo 2: 
Em pacientes com diabetes mellitus tipo 2, insulina degludeca pode ser administrado isoladamente, em combinação com antidiabéticos orais, assim como em associação com insulina tipo bolus.

Diabetes tipo 1: 
No diabetes mellitus tipo 1, insulina degludeca deve ser administrado, associado com insulina de ação rápida/ultrarrápida para cobrir as necessidades de insulina prandial 
A dose de insulina degludeca deve ser ajustada de acordo com as necessidades individuais dos pacientes.

É recomendado otimizar o controle glicêmico pelo ajuste de dose de acordo com a glicemia de jejum.

Assim como ocorre com todas as insulinas, o ajuste na dose pode ser necessário em pacientes que tiveram um aumento de suas atividades físicas, mudaram sua dieta habitual ou durante doenças concomitantes.

Início de insulina degludeca: 
Para pacientes com diabetes mellitus tipo 2, a dose diária inicial recomendada de insulina degludeca são 10 U, seguido por ajustes individuais da dose.

Para pacientes com diabetes mellitus tipo 1, insulina degludeca deve ser usado uma vez ao dia, associado à insulina prandial com subsequentes ajustes individuais da dose.

Transferência a partir de outras insulinas 
Para pacientes com diabetes tipo 2 sob tratamento com insulina basal, basal-bolus ou pré-mistura, a mudança da insulina basal para insulina degludeca pode ser feita unidade por unidade baseado na dose da insulina basal anterior seguido por ajustes de dose individual.

Para a maioria dos pacientes com diabetes tipo 1, a mudança da insulina basal para a insulina degludeca pode ser feita unidade por unidade baseado na dose da insulina basal prévia seguido por subsequentes ajustes de dose individual.

Para pacientes com diabetes tipo 1 transferidos da insulina basal duas vezes ao dia, ou com HbA1c < 8,0% no momento da transferência, a dose de insulina degludeca precisa ser determinada individualmente.

A redução da dose deve ser considerada, seguida pelo ajuste individual da dose, de acordo com a resposta glicêmica.

Assim como ocorre com todas as insulinas, a monitoração cuidadosa da glicemia é recomendada durante a transferência e nas semanas seguintes.

Poderá ser necessário o ajuste da dose e do horário da insulina rápida / ultrarrápida, ou de outros tratamentos antidiabéticos concomitantes.

Flexibilidade do horário de aplicação 
Com base nas necessidades do paciente e ao contrário de outras insulinas basais, insulina degludeca permite flexibilidade no horário da administração da insulina.

Os pacientes que se esquecerem de administrar uma dose são aconselhados a administrá-la assim que perceberem e depois retomar o seu esquema habitual de administração de dose uma vez ao dia.

O intervalo mínimo entre duas doses de insulina degludeca deve ser de 8 horas.

Populações especiais 
Idosos: insulina degludeca pode ser usado em pacientes idosos.

Assim como ocorre com todas as insulinas, o monitoramento da glicemia deve ser intensificado e a dose de insulina ajustada individualmente (vide Propriedades farmacocinéticas).

Pacientes com disfunção renal e hepática: insulina degludeca pode ser usada em pacientes com disfunção renal e hepática.

Assim como ocorre com todas as insulinas, o monitoramento da glicemia deve ser intensificado e a dose de insulina ajustada individualmente (vide Propriedades farmacocinéticas).

Pacientes pediátricos: a segurança e eficácia de insulina degludeca ainda não foram estabelecidas em crianças e adolescentes.

Dados atualmente disponíveis estão descritos em Propriedades farmacocinéticas, mas não é possível fazer recomendações posológicas.

Reações Adversas do Insulina Degludeca

a. Resumo do perfil de segurança 
A reação adversa mais frequentemente relatada durante o tratamento foi a hipoglicemia (vide item c).

b. Tabela de reações adversas 
As reações adversas listadas abaixo são baseadas em dados de estudos clínicos e classificadas de acordo com o MedDRA.

As frequências são definidas como: muito comum (≥ 1/10); comum (≥ 1/100 a < 1/10); incomum (≥ 1/1.000 a < 1/100); rara 
(≥ 1/10.000 a < 1/1.000); desconhecida (não pode ser estimada a partir dos dados disponíveis).

c. Descrição das principais reações adversas 
Distúrbios do sistema imunológico 
Reações alérgicas podem ocorrer com insulinas.

Reações alérgicas do tipo imediata, tanto à insulina quanto aos excipientes são raras, podendo causar risco à vida.

Foram relatados com a insulina degludeca, com frequência rara, hipersensibilidade (inchaço da língua e lábios, diarréia, náusea, cansaço e prurido) e urticária.

Hipoglicemia 
Pode ocorrer hipoglicemia se a dose de insulina for mais elevada em relação à necessidade de insulina.

Hipoglicemia grave 
pode levar à inconsciência e/ou convulsões, podendo resultar em prejuízo temporário ou permanente da função cerebral ou mesmo a morte.

Os sintomas de hipoglicemia geralmente ocorrem repentinamente.

Podem incluir suor frio, pele pálida e fria, fadiga, nervosismo ou tremor, ansiedade, cansaço incomum ou fraqueza, confusão, dificuldade de concentração, sonolência, fome excessiva, alterações na visão, dor de cabeça, náusea e palpitação.

Reações no local da injeção 
Reações no local da aplicação podem ocorrer em pacientes tratados com insulina degludeca, (incluindo hematoma no local da injeção, dor, hemorragia, eritema, nódulo, inchaço, descoloração, prurido, calor e aumento do tecido no local da injeção).

Essas reações são normalmente leves e transitórias e normalmente desaparecem com a continuação do tratamento.

Lipodistrofia 
Lipodistrofia (incluindo lipohipertrofia, lipoatrofia) pode ocorrer no local da aplicação.

Rodízio frequente do local da aplicação dentro da área designada pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver estas reações.

d. População pediátrica 
A insulina degludeca foi administrada em crianças e adolescentes de até 18 anos de idade para a investigação das propriedades farmacocinéticas (vide Propriedades farmacocinéticas), porém sua segurança e eficácia ainda não foram investigadas em crianças e adolescentes.

e. Outras populações especiais 
Com base nos resultados dos estudos clínicos a frequência, tipo e gravidade das reações adversas observadas nos pacientes idosos e nos pacientes com insuficiência renal ou hepática não indicam qualquer diferença em relação à experiência mais ampla na população em geral.

Atenção: este produto é um medicamento novo e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos.

Nesse caso, notifique os eventos adversos pelo Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.h, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Interação Medicamentosa do Insulina Degludeca

Sabe-se que vários medicamentos interagem com o metabolismo da glicose.

As seguintes substâncias podem reduzir a necessidade de insulina: 
Antidiabéticos orais, agonista do receptor do GLP-1, inibidor da monoaminooxidase (IMAO), beta-bloqueadores, inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA), salicilatos, esteróides anabólicos e sulfonamidas.

As seguintes substâncias podem aumentar a necessidade de insulina: 
Contraceptivos orais, tiazidas, glicocorticoides, hormônios da tireoide, simpatomiméticos, hormônios de crescimento e danazol.

Os agentes beta-bloqueadores podem mascarar os sintomas da hipoglicemia.

Octreotida/ lanreotida podem aumentar ou diminuir a necessidade de insulina.

O álcool pode intensificar ou diminuir o efeito hipoglicêmico da insulina.

Precauções do Insulina Degludeca

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES 
Hipoglicemia

A omissão de uma refeição ou a realização de exercícios físicos vigorosos não planejados podem causar hipoglicemia. 
Pode ocorrer hipoglicemia se a dose de insulina for muito elevada em relação às necessidades de insulina (vide Reações Adversas e Superdose). 
Pacientes cujo controle glicêmico encontra-se muito melhorado (por exemplo, pela terapia insulínica intensificada) podem apresentar alteração em seus sintomas habituais de alerta de hipoglicemia e devem ser orientados adequadamente. 
Os sintomas habituais de alerta de hipoglicemia podem desaparecer em pacientes que tenham diabetes há muito tempo. 
Normalmente as doenças concomitantes, especialmente as infecções e as condições febris, aumentam as necessidades de insulina do paciente. 
Doenças concomitantes no fígado, rim ou doenças que afetam as glândulas adrenal, hipófise ou tireoide podem necessitar de alterações na dose de insulina. 
Assim como com todas as insulinas basais, seu efeito prolongado pode retardar a recuperação de uma hipoglicemia.

Hiperglicemia 
A administração de insulina de ação ultrarrápida é recomendada em situações de hiperglicemia clinicamente importante. 
Uma dose inadequada e/ou a descontinuação do tratamento em pacientes que necessitam de insulina pode levar à hiperglicemia e, potencialmente, à cetoacidose diabética. 
Além disso, doenças concomitantes, especialmente infecções podem levar 
à hiperglicemia e, assim, provocar uma maior necessidade de insulina. 
Normalmente, os primeiros sintomas de hiperglicemia se desenvolvem gradualmente ao longo de um período de horas ou dias. 
Eles incluem sede, aumento da frequência urinária, náuseas, vômitos, sonolência, pele seca e avermelhada, boca seca e perda de apetite, bem como hálito cetônico. 
No diabetes tipo 1, episódios hiperglicêmicos não tratados podem levar eventualmente à cetoacidose diabética, que é potencialmente letal. 
Transferência a partir de outras insulinas 
Transferir um paciente para outro tipo, marca, ou fabricante de insulina deve ser feito sob supervisão médica e pode resultar na necessidade de mudança de dose. 
Uso concomitante de tiazolidinedionas e insulinas 
Casos de insuficiência cardíaca congestiva foram relatados quando tiazolidinediona foi usada em combinação com insulina, especialmente em pacientes com fatores de risco para o desenvolvimento de insuficiência cardíaca congestiva. 
Isto deve ser lembrado caso seja considerado o tratamento com tiazolidinediona associada à insulina degludeca. 
Se a combinação for utilizada, os pacientes devem ser observados quanto aos sinais e sintomas da insuficiência cardíaca congestiva, ganho de peso e edema
A tiazolidinediona deve ser interrompida se ocorrer qualquer sinal de deterioração da função cardíaca.

Distúrbio visual 
A intensificação da insulinoterapia com melhora repentina do controle glicêmico pode estar associada com piora temporária da retinopatia diabética, enquanto melhora no controle glicêmico em longo prazo diminui o risco de progressão da retinopatia diabética.

Prevenção de troca acidental entre insulinas 
Para evitar trocas acidentais entre insulina degludeca e outras insulinas, os pacientes devem ser instruídos a sempre verificar o rótulo para o tipo correto de insulina antes de cada injeção para evitar erros relacionados ao uso de diferentes concentrações de insulina degludeca bem como de outras insulinas. 
Pacientes devem verificar visualmente as unidades selecionadas no contador de dose da caneta. 
Por isso, a condição para o paciente auto administrar é que ele possa ler o contador de dose da caneta. 
Pacientes cegos ou com visão deficiente devem ser instruídos a sempre solicitar ajuda de outra pessoa com boa visão e treinada no uso da caneta de insulina.

Anticorpos anti-insulina 
A administração de insulina pode causar a formação de anticorpos anti-insulina. 
Em casos raros, a presença de tais anticorpos pode levar à necessidade de ajuste da dose de insulina a fim de corrigir a tendência à hiperglicemia ou hipoglicemia.

Gravidez 
Não há experiência clínica com a insulina degludeca em mulheres grávidas. 
Estudos de reprodução animal não revelaram quaisquer diferenças entre a insulina degludeca e a insulina humana em relação à embriotoxicidade e teratogenicidade. 
Em geral, recomenda-se o controle intensificado da glicemia e monitoramento cuidadoso em mulheres grávidas com diabetes e naquelas com intenção de engravidar. 
As necessidades de insulina normalmente diminuem no primeiro trimestre, e subsequentemente aumentam durante o segundo e terceiro trimestres. 
Após o parto, as necessidades de insulina normalmente retornam rapidamente aos valores anteriores à gravidez.

Categoria de risco na gravidez: C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Lactação 
Não há experiência clínica com insulina degludeca durante a amamentação. 
Em ratas, a insulina degludeca foi excretada no leite, a concentração no leite foi menor do que no plasma. 
Não se sabe se a insulina degludeca é excretada no leite humano. 
Nenhum efeito metabólico da insulina degludeca é esperado no recém-nascido/bebê lactente.

Fertilidade 
Estudos de reprodução animal com insulina degludeca não revelaram quaisquer efeitos adversos na fertilidade. 
Alterações na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas 
A capacidade de concentração e reação do paciente pode ser prejudicada como resultado de uma hipoglicemia. 
Isto pode representar um risco em situações nas quais essas habilidades são de especial importância (por exemplo, ao dirigir carro ou operar máquinas). 
Os pacientes devem ser avisados a tomar precauções para evitar a hipoglicemia enquanto dirigem. 
Isto é particularmente importante para aqueles cujos sinais de alerta da hipoglicemia estão ausentes ou reduzidos, ou que apresentam episódios frequentes de hipoglicemia. 
A conveniência de dirigir deve ser considerada nestas circunstâncias.

Este medicamento pode causar doping.

 

 



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.