mycobutin


RESULTADOS: 0

Não foram encontrados resultados.



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


RIFABUTINA


Para que serve o Rifabutina

Infecções provocadas por micobactérias |M. tuberculosis, complexo M. avium-intracellulare (MAC)| e outras micobactérias atípicas. Profilaxia em pacientes neutropênicos e imunossuprimidos com níveis de CD4 iguais ou inferiores a 200/mL.

Contraindicação do Rifabutina

  • Hipersensibilidade ao fármaco ou aos derivados da rifampicina.
  • Gravidez e lactação.

Como usar o Rifabutina

Pode ser administrada como antibiótico único por via oral e em uma única dose diária independentemente das refeições em doses de 300mg. Quando combinado em esquemas terapêuticos com outros quimioterápicos a dose aconselhada é de 450-600mg diários. Para micobactérias não-tuberculosas deve administrar-se durante 6 meses após resultados negativos dos cultivos. Em pacientes com tuberculose pulmonar crônica multirresistente indicam-se 300-450mg diários durante 6 meses após resultado bacteriológico negativo e em tuberculose pulmonar de diagnóstico recente 150mg/dia durante 6 meses.

Reações Adversas do Rifabutina

Ocasionalmente em terapias prolongadas observam-se náuseas, vômitos, icterícia, aumento das enzimas hepáticas. Também em nível hemático, leucopenia, anemia e trombocitopenia, especialmente quando associado com isoniazida. Mialgias, artralgias, febre, rash cutâneo, eosinofilia e, excepcionalmente, broncospasmo, choque, reações de hipersensibilidade. Com doses superiores a 1.000mg/dia durante tratamentos prolongados pode causar uveíte.

Interação Medicamentosa do Rifabutina

A administração simultânea de fármacos anticoncepcionais de natureza hormonal pode afetar a eficiência desses. Como a rifabutina age como indutora das enzimas hepáticas no nível do citocromo P450, pode afetar a farmacocinética de numerosos fármacos que possuem um processo biometabólico similar (teofilina, sulfonamidas, fluconazol, cimetidina).

Precauções do Rifabutina

Pode colorir a pele, urina e secreções (vermelho-alaranjado). As lentes de contato moles podem ficar manchadas de forma permanente. Empregar com precaução em pacientes com insuficiência hepática ou renal grave, nos quais a dose deverá ser reduzida à metade. Durante os tratamentos prolongados, controlar a função medular e hepática, especialmente quando forem realizados tratamentos associados.



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.