cloridrato de doxiciclina


RESULTADOS: 4

  •     FARMA DELIVERY
  •      CLOR. DOXICICLINA
  •      Apresentação: 100 MG COM REV CT BL AL PLAS INC X 15
  •      Princípio Ativo: CLORIDRATO DE DOXICICLINA...
  •      Fabricante: EMS S/A
  •      Categoria: Genérico
  •      EAN:  7896004705040
     
    PMC: 46.82
  •      R$ 19.55
     
  •     DROGARIA FALCÃO
  •      CLORIDRATO DE DOXICICLINA
  •      Apresentação: 100 MG COM REV CT STR X 15
  •      Princípio Ativo: CLORIDRATO DE DOXICICLINA...
  •      Fabricante: RANBAXY FARMACÊUTICA LTDA
  •      Categoria: Genérico
  •      EAN:  7897076906595
     
    PMC: 37.46
  •      R$ 26.22
     
  •     AGILLE MEDICAMENTOS
  •      CLOR. DOXICICLINA
  •      Apresentação: 100 MG COM REV CT BL AL PLAS INC X 15
  •      Princípio Ativo: CLORIDRATO DE DOXICICLINA...
  •      Fabricante: EMS S/A
  •      Categoria: Genérico
  •      EAN:  7896004705040
     
    PMC: 46.82
  •      R$ 30.54
     
  •     FARMA DELIVERY
  •      VIBRAMICINA
  •      Apresentação: 100 MG DRG CT BL AL PLAS INC X 15
  •      Princípio Ativo: CLORIDRATO DE DOXICICLINA...
  •      Fabricante: LABORATORIOS PFIZER LTDA.
  •      Categoria: Referência
  •      EAN:  7891268112078
     
    PMC: 67.44
  •      R$ 62.01
     



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


CLORIDRATO DE DOXICICLINA


Para que serve o Cloridrato de Doxiciclina

O cloridrato de doxiciclina é indicado no tratamento das seguintes infecções:

  • Febre das Montanhas Rochosas, febre tifoide e do grupo tifoide, febre Q, varíola por riquétsia e febre do carrapato causada por Rickettsia;
  • Infecção respiratória causada por Mycoplasma pneumoniae;
  • Psitacose causada por Chlamydia psittaci;
  • Linfogranuloma venéreo causado por Chlamydia trachomatis;
  • Uretrite não complicada, endocervicite ou infecções retais em adultos causadas por Chlamydia trachomatis;
  • Tracoma causado por Chlamydia trachomatis, embora o agente infeccioso não seja sempre eliminado como observado pela imunofluorescência;
  • conjuntivite de inclusão causada por Chlamydia trachomatis pode ser tratada com cloridrato de doxiciclina oral isolada ou em associação com agentes tópicos;
  • Orquiepididimite aguda, causada por Chlamydia trachomatis ou Neisseria gonorrhoeae;
  • Granuloma inguinal (donovanose) causado por Calymmatobacterium granulomatis;
  • Estágios iniciais (I e II) da doença de Lyme causado por Borrelia burgdorferi;
  • Febre recorrente causada por Borrelia recurrentistransmitida pelo piolho;
  • Febre recorrente causada por Borrelia duttonii transmitida pelo carrapato;
  • Uretrite não gonocócica causada por Ureaplasma urealyticum (micoplasma-T).

O cloridrato de doxiciclina também é indicado para o tratamento de infecções causadas pelos seguintes microrganismos Gram-negativos:

  • Acinetobacter spp.;
  • Bacteroides spp.;
  • Fusobacterium spp.;
  • Brucelose causada por Brucella spp. (em associação a estreptomicina);
  • Peste causada por Yersinia pestis;
  •  Tularemia causada por Francisella tularensis;
  • Bartonelose causada por Bartonella bacilliformis;
  • Campylobacter fetus.

Uma vez que muitas cepas dos seguintes grupos de microrganismos têm demonstrado serem resistentes às tetraciclinas, recomendam-se testes de suscetibilidade e cultura.

Quando os testes bacteriológicos indicarem suscetibilidade adequada ao fármaco, cloridrato de doxiciclina é indicado para o tratamento de infecções causadas pelos seguintes microrganismos Gram-negativos:

  • Shigella spp.;
  • Gonorreia não complicada causada por Neisseria gonorrhoeae;
  • Infecções respiratórias causadas por Haemophilus influenzae;
  • Infecções respiratórias e urinárias causadas por Klebsiella spp.;
  • Escherichia coli;
  • Enterobacter aerogenes;
  • Moraxella catarrhalis

Quando os testes bacteriológicos indicarem suscetibilidade adequada ao fármaco, cloridrato de doxiciclina é indicado para o tratamento de infecções causadas pelos seguintes microrganismos Gram-positivos:

  • - Streptococcus spp.: uma certa porcentagem de cepas de Streptococcus pyogenes e Streptococcus faecalistem sido resistente às tetraciclinas. As tetraciclinas não devem ser utilizadas em infecções estreptocócicas, a menos que os microrganismos tenham demonstrado suscetibilidade às mesmas;
  • Carbúnculo (antraz maligno) causado por Bacillus anthracis, incluindo carbúnculo adquirido por inalação após exposição: para reduzir a incidência ou progressão da doença após a exposição ao Bacillus anthracis disperso no ar.

Em infecções do trato respiratório superior devido a estreptococos beta-hemolíticos do grupo A, a penicilina é o fármaco usual de escolha, incluindo a profilaxia da febre reumática. Isto inclui:

  • Infecções do trato respiratório superior causadas por Streptococcus pneumoniae
  • Em infecções de pele, tecidos moles e em infecções respiratórias devido a Staphylococcus aureus. As tetraciclinas não são os fármacos de escolha no tratamento de infecções estafilocócicas.

Quando a penicilina é contraindicada, o cloridrato de doxiciclina é um fármaco alternativo no tratamento de:

  • Actinomicose causada por Actinomyces spp.;
  • Infecções causadas por Clostridium spp.;
  • Sífilis causada por Treponema pallidum e bouba causada por Treponema pertenue;
  • Listeriose causada por Listeria monocytogenes;
  • Infecção de Vincent (gengivite ulcerativa aguda com necrose) causado por Leptotrichia buccalis(anteriormente Fusobacterium fusiforme).

Tratamentos adjuvantes

Em amebíase intestinal aguda, cloridrato de doxiciclina pode ser útil como adjuvante aos amebicidas.

Em acne grave, causada por Acne vulgaris, cloridrato de doxiciclina pode ser útil como terapia adjuvante.

Tratamento e profilaxia

O cloridrato de doxiciclina é indicado na profilaxia e no tratamento das seguintes infecções:

  • Malária causada por Plasmodium falciparum (em áreas com malária falciparum resistente à cloroquina);
  •  Leptospirose causada pelo gênero Leptospira;
  • Cólera causada por Vibrio cholerae.

Profilaxia

O cloridrato de doxiciclina é indicado para a profilaxia das seguintes condições:

  • Tifo tsutsugamushi causado por Rickettsia tsutsugamushi;
  • Diarreia de viajantes causada por Escherichia colienterotoxigênica.

 

 



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.