bebex n


RESULTADOS: 1

  •     FARMA DELIVERY
  •      BEBEX N
  •      Apresentação: 200 MG/G + 100000 UI/G POM DERM CT BG AL X 60G
  •      Princípio Ativo: ÓXIDO DE ZINCO;NISTATINA...
  •      Fabricante: GEOLAB INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S/A
  •      Categoria: Similar
  •      EAN:  7899095220478
     
    PMC: 44.62
  •      R$ 17.43
     



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


ÓXIDO DE ZINCO;NISTATINA


Para que serve o Nistatina + Óxido de Zinco

Esta pomada tem como indicação principal o tratamento das assaduras infantis (dermatite das fraldas, dermatite amoniacal). Outras indicações são os intertrigos (mamário, perineal, interdigital, axilar ou outros) e as paroníquias por fungos do gênero Candida.

Contraindicação do Nistatina + Óxido de Zinco

Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) é contraindicado em casos de hipersensibilidade à nistatina, ao óxido de zinco ou aos demais ingredientes do produto.

Como usar o Nistatina + Óxido de Zinco

Esta pomada deve ser aplicada depois do banho e a cada troca de fraldas, após lavagem e secagem cuidadosa da pele. Quando usada nas demais indicações (intertrigos e paroníquias), aplicar duas ou mais vezes ao dia nas áreas afetadas.

Para aplicar a pomada na pele da área em contato com as fraldas, siga as instruções abaixo:

  1. A pele da área coberta pela fralda deve ser bem limpa, para eliminar qualquer resíduo de urina ou fezes, que pode agir como irritante para a pele do bebê. Quando houver somente urina, a região deve ser lavada apenas com água morna. Se houver fezes, lavar com água morna e sabonete de glicerina, ou sabonete suave para bebês, e enxaguar bem.
  2. Em seguida, secar delicadamente, usando uma toalha macia. É importante evitar limpeza e esfregação exageradas, pois, além de desnecessárias, podem causar irritação da pele.
  3. Após a secagem cuidadosa, aplicar uma camada fina de pomada em toda a região da pele coberta pelas fraldas.
  4. As toalhas do bebê (e também as fraldas de pano) devem ser lavadas de preferência com sabão de coco e enxaguadas com água em abundância para que não fiquem resíduos de sabão. Não usar produtos para amaciar roupas ou outros produtos químicos.

Reações Adversas do Nistatina + Óxido de Zinco

Em casos raros, pode haver irritação da pele com o uso do produto.

Em casos de eventos adversos, notifique o Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA ou a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Interação Medicamentosa do Nistatina + Óxido de Zinco

Não se conhece nenhum tipo de interação entre outros medicamentos ou alimentos.

Precauções do Nistatina + Óxido de Zinco

Em casos raros pode haver irritação da pele com o uso do produto.

Uso pediátrico

Não há advertências ou recomendações especiais para crianças.

Uso geriátrico

Não há advertências ou recomendações especiais para pessoas idosas.

Gravidez

Categoria de risco C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Ação do Nistatina + Óxido de Zinco

Resultados da eficácia

A Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) é um antibiótico polieno macrolídeo fungistático e fungicida contra uma variedade de fungos, principalmente Candida sp. É pouco absorvida pela pele, tendo demonstrado baixa toxicidade e baixo potencial de sensibilização alérgica. Na concentração de 100 U.I./ml é eficaz in vitro contra várias cepas de Candida sp.

Demonstrou-se uma concentração inibitória mínima (MIC) de 20 U.I./ml para C. albicans em teste com 332 isolados de C. albicans provenientes de diferentes locais de infecção humana, sem registro de resistência. Aplicada topicamente na concentração de 100.000U.I./g, a Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) demonstrou eficácia para erradicar C. albicans em vários estudos, promovendo melhora das lesões em dois a três dias e cura em dez a vinte dias. In vitrodemonstrou eficácia semelhante a dos imidazois e da amorolfina ou foi o agente mais eficaz contra Candida sp. A associação com Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) a 20% não diminuiu a atividade antifúngica da Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) em cobaias na concentração de 100.000 U.I./g.

O Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) funciona como protetor mecânico da barreira da pele, não apresentando efeitos tóxicos ou adversos conhecidos. Além da sua ação farmacológica, agiria também por meio da correção de um déficit local de Zinco quando aplicado topicamente.

Demonstrou-se in vitro que o Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) promove degradação do colágeno nos tecidos necróticos de crostas de pele, provavelmente pelo aumento da atividade de metaloproteinases: esse pode ser um dos mecanismos que explicam sua ação anti-inflamatória e o efeito positivo na cicatrização de úlceras da pele.

Provavelmente o Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) acelera o processo de cicatrização por meio do aumento da expressão dos genes para o fator de crescimento IGF-1 (insulina like) no tecido de granulação. Demonstrou-se ação do Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) estimulando a re-epitelização: em células basais da epiderme, tanto de pele íntegra como não íntegra de ratos, aumento do índice mitótico, quando empregado em concentração de 25%. Além desses, há também um efeito antibacteriano indireto atribuído ao Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa), que seria mediado pelos sistemas locais de defesa e não por ação direta contra bactérias.

A aplicação de petrolato puro sobre a pele provoca redução de aproximadamente 50% na perda de água da pele medida após 40 minutos da aplicação devido à propriedade oclusiva do petrolato, e resulta em ação emoliente que melhora a função de barreira mecânica da pele. O petrolato é um veículo altamente lipofílico e hidrofóbico que, quando associado ao Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa), rodeia as partículas do pó deste último, impedindo a absorção de água ou de exsudatos. Preparados contendo dois componentes imiscíveis, como pó de Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) suspenso em um veículo lipofílico como petrolato, não têm características absortivas, sendo altamente oclusivas. O petrolato pode incorporar-se à camada externa do estrato córneo da pele durante o processo de cicatrização e auxilia na diminuição do processo inflamatório até que se complete a migração das células epiteliais para a superfície da pele lesada.

Características Farmacológicas

A Nistatina + Óxido de Zinco (substâncias ativas) formam uma camada protetora, reduzindo a fricção entre a pele e as fraldas e impedindo o contato da pele com urina e fezes, além de auxiliar a cicatrização de irritações da pele e combater a infecção pela Cândida, fungo frequentemente presente em assaduras mais intensas ou de maior duração.

Propriedades farmacocinéticas

A absorção tópica da Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) é mínima. A absorção tópica do Nistatina + Óxido de Zinco (substância ativa) é de 5mcg/cm².h.



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.