aricilina


RESULTADOS: 0

Não foram encontrados resultados.



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


BENZILPENICILINA POTÁSSICA


Para que serve o Benzilpenicilina Potássica

As seguintes indicações usualmente irão responder a doses adequadas deste medicamento: Infecções estreptocócicas (grupo A, C, G, H, L e M), incluindo bacteremia, empiema grave, pericardite, endocarditemeningite e outras infecções graves. Alguns micro-organismos do grupo D são suscetíveis a benzilpenicilina potássica.

  • Infecções pneumocócicas, infecções estafilocócicas (cepas sensíveis a benzilpenicilina).
  • Infecções por clostrídios, incluindo tétano e difteria.
  • Endocardite por Erysipelothrix insidiosa.
  • Fusoespiroquetas (gengivite e faringite de Vicent), infecções severas da orofaringe.
  • Infecções do trato respiratório inferior e genital causadas por espiroquetas.
  • Infecções por bacilos gram-negativos (bacteremias): Causadas por Escherichia coliEnterobacter aerogenesAlcaligenes faecalisSalmonellaShigella e Proteus mirabilis.
  • Infecções por Listeria monocytogenes, como meningite e endocardite.
  • Infecções por Pasteurella multocida, como bacteremia e meningite.
  • Sífilis.
  • Meningite meningocócica.
  • Infecções por Spirilum minus e Streptobacillus moniliformis.
  • Artrite e endocardite por Neisseria gonorrhoeae.
  • Profilaxia da endocardite bacteriana em pacientes com lesões cardíacas congênitas ou adquiridas, incluindo a doença reumática, que irão se submeter à cirurgia dentária ou procedimento cirúrgico no trato respiratório superior.

A terapia deve ser orientada por estudos bacteriológicos e pela resposta clínica.

Contraindicação do Benzilpenicilina Potássica

O uso de Benzilpenicilina potássica (substância ativa) é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade às penicilinas ou cefalosporinas.

Como usar o Benzilpenicilina Potássica

Benzilpenicilina potássica (substância ativa) pode ser administrada por via intramuscular ou em infusão intravenosa contínua.

 

POSOLOGIA

Infecções graves devido às cepas sensíveis de estreptococospneumococos ou estafilococos (bacteremia, pneumonia, endocardite, pericardite, empiema, meningite e outras infecções graves):

5.000.000UI por dia no mínimo.

Antraz:

Um mínimo de 5.000.000UI por dia, em doses divididas.

Actinomicoses:

1.000.000 a 6.000.000UI por dia, para infecções cervicofasciais; 10.000.000 a 20.000.000UI por dia, para infecções torácicas e abdominais.

Infecções por clostrídio (como tratamento adjuvante da antitoxina):

20.000.000UI por dia.

Endocardite por Erysipelothrix insidiosa:

2.000.000 a 20.000.000UI por dia, durante 4 a 6 semanas.

Furoespiroquetoses:

5.000.000 a 10.000.000UI por dia.

Infecções por bacilos Gram-negativos (bacteremia causadas por Escherichia coli, Enterobacter aerogenes, Alcaligenes faecalis, Salmonella, Shigella e Proteus mirabilis):

20.000.000 a 80.000.000UI por dia.

Infecções por Listeria monocytogenes:

Recém-nascidos:

500.000 a 1.000.000UI por dia.

Meningite (adultos):

15.000.000 a 20.000.000UI por dia, durante 2 semanas.

Endocardite (adultos):

15.000.000 a 20.000.000UI por dia, durante 4 semanas.

Infecções por Pasteurella multocida(bacteremia e meningite):

4.000.000 a 6.000.000UI por dia, durante 2 semanas.

Infecções por Spirillium minus ou Streptobacillus moniliformis:

12.000.000 a 15.000.000UI por dia, durante 3 a 4 semanas.

Difteria (como tratamento adjuvante da antitoxina para profilaxia do estado portador):

300.000 a 400.000UI por dia, em doses divididas, durante 10 a 12 dias.

Artrite e endocardite por Neisseria gonorrhoeae:

Um mínimo de 5.000.000UI por dia.

Sífilis:

A benzilpenicilina potássica pode ser utilizada no tratamento da sífilis adquirida ou congênita, porém recomenda-se hospitalização.

Meningite meningocócica:

1.000.000 a 2.000.000UI por via intramuscular a cada duas horas, ou infusão intravenosa contínua de 20.000.000 a 30.000.000UI por dia.

Profilaxia e tratamento da endocardite bacteriana em pacientes com lesões cardíacas congênitas ou adquiridas, incluindo a doença reumática, que irão submeter-se à cirurgia dentária ou procedimentos cirúrgicos no trato respiratório superior: 1.000.000UI de benzilpenicilina potássica (30.000UI/kg para crianças) associadas com 600.000UI de benzilpenicilina procaína devem ser administradas de meia a uma hora antes do procedimento. Recomenda-se, a seguir, a administração de fenoximetilpenicilina por via oral a cada 6 horas (500mg para adultos e 250mg para crianças abaixo de 27kg).

 



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.