anaten


RESULTADOS: 0

Não foram encontrados resultados.



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


BESILATO DE ANLODIPINO;ATENOLOL


Para que serve o Atenolol + Besilato de Anlodipino

Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) está indicado no tratamento da hipertensão arterial e insuficiência coronariana crônica estável. 

Contraindicação do Atenolol + Besilato de Anlodipino

O uso de Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) é contraindicado em pacientes com bradicardia sinusal, bloqueio cardíaco de segundo ou terceiro grau, choque cardiogênico, hipotensão e insuficiência cardíaca descompensada.

Não se recomenda o emprego de Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) em casos de insuficiência cardíaca quando os sintomas não estiverem sob controle, em casos de doença arterial obstrutiva periférica ou em portadores de feocromocitoma

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com hipersensibilidade a um ou mais componentes da fórmula. 

Como usar o Atenolol + Besilato de Anlodipino

Este medicamento deve ser administrado por via oral.

Recomenda-se, para pacientes que não tenham recebido tratamento medicamentoso anti-hipertensivo anterior, o emprego de uma dose inicial de Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) 5 mg + 25 mg uma vez ao dia.

O mesmo recomenda-se para pacientes idosos ou com alterações renais e/ou hepáticas. A dosagem de Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) deve ser sempre titulada de acordo com a resposta do paciente e reajustar, se necessário, até a dose máxima diária recomendada de Atenolol + Besilato de Anlodipino (substância ativa) 5 mg + 50 mg.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

 

 



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.