actemra sc


RESULTADOS: 1

  •     4BIO MEDICAMENTOS ESPECIAIS
  •      ACTEMRA SC
  •      Apresentação: 162 MG SOL INJ SC CT 4 SER PREENC VD TRANS X 0,9 ML
  •      Princípio Ativo: TOCILIZUMABE...
  •      Fabricante: PRODUTOS ROCHE QUÍMICOS E FARMACÊUTICOS S.A.
  •      Categoria: Outros
  •      EAN:  7896226506890
     
    PMC: 
  •      R$ 5848.50
     



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


TOCILIZUMABE


Para que serve o Tocilizumabe

Artrite reumatoide (AR): apresentação IV e SC

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é indicado para o tratamento de artrite reumatoide ativa moderada a grave em pacientes adultos, quando tratamento anterior adequado com, pelo menos, um medicamento antirreumático modificador da doença (DMARD) não tenha trazido os benefícios esperados:

  • Após falha de esquema combinado com DMARDs convencionais, incluindo, necessariamente, o metotrexato, utilizados nas doses e pelo tempo indicados na bula de cada agente específico;
  • Após falha de agente anti-TNF, utilizado na dose e pelo tempo indicados na bula de cada agente específico.

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) pode ser usado isoladamente ou em combinação com metotrexato (MTX) e / ou outros DMARDs.

Artrite idiopática juvenil poliarticular (AIJP): apenas apresentação IV

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) em combinação com metotrexato (MTX) está indicado para o tratamento da artrite idiopática juvenil poliarticular ativa (fator reumatoide positivo ou negativo e oligoartrite estendida) em pacientes com 2 anos de idade ou mais que tiveram uma resposta inadequada ao tratamento prévio com MTX. Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) pode ser usado em monoterapia em casos de intolerância ao MTX ou quando a continuidade do tratamento com MTX for inapropriada.

Artrite idiopática juvenil sistêmica (AIJS): apenas apresentação IV

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) está indicado para o tratamento da artrite idiopática juvenil sistêmica em pacientes com 2 anos de idade ou mais que responderam inadequadamente à terapia prévia com anti-inflamatórios não esteroides e corticosteroides sistêmicos. Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) pode ser usado isoladamente ou em combinação com MTX.

Contraindicação do Tocilizumabe

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é contraindicado a pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) ou aos excipientes da fórmula.

O tratamento com Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) não deve ser iniciado em pacientes com infecções graves ativas.

Características farmacológicas

Mecanismo de ação

Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é um anticorpo monoclonal humanizado antirreceptor de IL-6 humana da subclasse das imunoglobulinas (Ig) IgG1. O Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) liga-se especificamente aos receptores de IL-6 solúveis e de membrana (sIL-6R e mIL-6R) e inibe a sinalização intracelular mediada pelos complexos sIL-6R e mIL- 6R. A IL-6 é uma citocina pró-inflamatória pleiotrópica, multifuncional, produzida por diversos tipos celulares envolvidos na função parácrina local, bem como na regulação de processos fisiológicos e patológicos sistêmicos, tais como a indução de secreção de imunoglobulinas, a ativação de células T, a indução de proteínas hepáticas de fase aguda e a estimulação da hematopoiese. A IL-6 está relacionada à patogênese de várias doenças, incluindo doenças inflamatórias, osteoporose e neoplasias.

Existe a possibilidade de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) afetar as defesas do hospedeiro contra infecções e malignidade. O papel da inibição do receptor de IL-6 no desenvolvimento de malignidade é desconhecido.

Propriedades farmacodinâmicas

Em estudos clínicos com Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento), foram observadas reduções rápidas na concentração sérica de proteína C reativa (PCR), amiloide A sérico e na velocidade de hemossedimentação (VHS). Foram observadas elevações nos níveis de hemoglobina, por meio dos efeitos de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) na produção de hepcidina estimulada pela IL-6, aumentando, assim, a disponibilidade de ferro.

Em indivíduos saudáveis que receberam Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) em doses de 2 a 28 mg/kg, a contagem absoluta de neutrófilos atingiu seu nível mais baixo de três a cinco dias após a administração.

Posteriormente, a contagem de neutrófilos retornou para o seu nível basal de forma dose dependente. Pacientes com artrite reumatoide mostraram um padrão semelhante na contagem absoluta de neutrófilos após a administração de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento).

Propriedades farmacocinéticas

Artrite reumatoide

A farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foi determinada por meio de análise farmacocinética populacional de um banco de dados composto de 1.793 pacientes com artrite reumatoide tratados com infusão de 4 ou 8 mg/kg de TCZ durante uma hora, a cada quatro semanas, durante 24 semanas.

Os parâmetros farmacocinéticos de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) não se modificaram com o tempo. Observou-se aumento acima do proporcional à dose na área sob a curva (ASC) e na concentração mínima (Cmín), com doses de 4 e 8 mg/kg a cada quatro semanas. A concentração máxima (Cmáx) observada aumentou proporcionalmente à dose. No estado de equilíbrio, a ASC prevista e a Cmín foram, respectivamente, 2,7 e 6,5 vezes maiores com 8 mg/kg que com 4 mg/kg.

Os seguintes parâmetros são válidos para uma dose de 8 mg/kg de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) administrada a cada quatro semanas: a ASC média prevista (+/-DP), Cmín e Cmáx de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) no estado de equilíbrio foram 35.000 +/- 15.500 µg·h/mL, 9,74 +/- 10,5 µg/mL e 183 +/- 85,6 µg/mL, respectivamente. As taxas de acúmulo da ASC e de Cmáx foram pequenas: 1,22 e 1,06, respectivamente.

A taxa de acúmulo foi maior para Cmín (2,35), o que é esperado com base na contribuição da depuração não linear para concentrações menores. O estado de equilíbrio foi atingido depois da primeira administração e depois de 8 e 20 semanas para Cmáx, ASC e Cmín, respectivamente.

Os parâmetros AUC, Cmín e Cmáx de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) aumentaram com o aumento do peso corporal. Para peso corporal ≥ 100 kg, as médias previstas de AUC, Cmín e Cmáx no estado de equilíbrio (média ± DP) de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram 55.500 ± 14.100 mcg.h/mL, 19,0 ± 12,0 mcg/mL e 269 ± 57 mcg/mL, respectivamente, valores estes superiores aos valores médios de exposição para a população de pacientes. Portanto, doses de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) superiores a 800 mg por infusão não são recomendadas em pacientes com peso >100kg.

Os parâmetros a seguir são válidos para a dose de 4 mg/kg de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) administrada a cada quatro semanas. A média prevista para o estado de equilíbrio (±DP), AUC, Cmín e Cmáx de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram, respectivamente, 1.300 ± 5.800 mcg·h/mL, 1,49 ± 2,13 mcg/mL e 88,3 ± 41,4 mcg/mL.

As taxas cumulativas da AUC e Cmáx foram pequenas, 1,11 e 1,02, respectivamente.

A taxa cumulativa foi maior para Cmín (1,96). O estado de equilíbrio foi alcançado após a primeira administração para Cmáx e AUC, respectivamente, e após 16 semanas para Cmín.

Artrite idiopática juvenil poliarticular

A farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foi determinada através de análise farmacocinética populacional de um banco de dados composto por 188 pacientes com AIJP.

Os seguintes parâmetros são válidos para uma dose de 8 mg / kg de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) (pacientes com um peso corporal ≥ 30 kg) 4 A ASC4 semanas média prevista (±DP), Cmáx e Cminde Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram 29.500 ± 8.660 μg.h/mL, 182 ± 37 μg /mL e 7,49 ± 8,2 μg /mL respectivamente.

Os seguintes parâmetros são válidos para uma dose de 10 mg / kg de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) (pacientes com um peso corporal < 30 kg) administrada a cada 4 semanas. A ASC4 semanas média prevista (±DP), Cmáx e Cmin de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram 23.200 ± 6.100 μg.h/mL, 175 ± 32 μg /mL e 2,35 ± 3,59 μg /mL, respectivamente.

As taxas de acúmulo foram 1,05 e 1,16 para a ASC4 semanas, e 1,43 e 2,22 para Cmín para as doses de 10 mg/ kg(peso corpóreo < 30kg) e 8 mg/kg(peso corpóreo ≥ 30kg), respectivamente. Não foi observado acúmulo para Cmáx.

Artrite idiopática juvenil sistêmica

A farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foi determinada através de análise farmacocinética populacional de um banco de dados composto de 75 pacientes com AIJS 8 g/kg ( ≥ 30 kg) ou 12 mg/kg (pacientes com peso < 30 kg), administrados a cada duas semanas. A ASC2 semanas média prevista (±DP), Cmín e Cmáx de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram 32.200 ± 9.960 μg.hr/mL, 245 ± 57,2 μg/mL e 57,5 ± 23,3 μg/mL, respectivamente. As taxas cumulativas de Cmín(semana 12/ semana 2) foi de 3,2 ± 1,3. O Cmín de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foi estabilizado após a semana 12. Os parâmetros de exposição médios previstos de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foram semelhantes entre os dois grupos de peso corporal.

Distribuição

Após administração IV, Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é eliminado da circulação em duas fases (eliminação bifásica). Em pacientes com AR, o volume de distribuição central foi de 3,5 litros, e o volume de distribuição periférico foi de 2,9 litros, o que resultou em volume de distribuição de 6,4 litros no estado de equilíbrio.

Em pacientes pediátricos com AIJP, o volume de distribuição central foi de 1,98 L, o volume de distribuição periférico foi de 2,1 L, resultando em um volume de distribuição de 4,08 L no estado de equilíbrio.

Em pacientes pediátricos com AIJS, o volume de distribuição central foi de 0,94 L, o volume de distribuição periférico foi de 1,60 L, resultando em um volume de distribuição de 2,54 L no estado de equilíbrio.

Eliminação

A depuração total de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) depende de sua concentração no sangue e resulta da soma das depurações lineares e não lineares. A depuração linear estimada pela análise farmacocinética populacional foi de 12,5 mL/h nos pacientes com AR, 5,8 mL/h em pacientes pediátricos com AIJP e 7,1 mL/h em pacientes pediátricos com AIJS. A depuração não linear, dependente da concentração, desempenha um papel importante quando as concentrações de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) são baixas. Quando a via de depuração não linear está saturada, isto é, com concentrações mais altas de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento), a depuração é determinada principalmente pela depuração linear.

A meia-vida de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) na artrite reumatoide é concentração dependente. No estado de equilíbrio, a meia-vida é de até 11 dias para dose de 4 mg/kg e de 13 dias para 8 mg/kg a cada quatro semanas, na administração intravenosa em pacientes com artrite reumatoide.

Em crianças com AIJP, a meia-vida de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é de até 16 dias para as duas categorias de peso corporal (dose de 8 mg/kg para peso corporal > 30kg ou dose de 10 mg/kg para peso corporal de < 30 kg) durante um intervalo de dosagem no estado de equilíbrio.

Em crianças com AIJS, a meia-vida de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) é de até 23 dias para as duas categorias de peso corporal (dose de 8 mg/kg para peso corporal ≥ 30kg ou dose de 12 mg/kg para peso corporal < 30kg) na semana 12.

Farmacocinética em populações especiais

Insuficiência hepática

Não foram conduzidos estudos formais sobre o efeito da insuficiência hepática na farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento).

Insuficiência renal

Não foram conduzidos estudos formais sobre o efeito da insuficiência renal na farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento).

Na análise de farmacocinética populacional, a maioria dos pacientes com artrite reumatoide apresentava função renal normal ou insuficiência renal leve. Insuficiência renal leve (clearance de creatinina pela fórmula de Cockcroft-Gault < 80 mL/min e > 50 mL/min) não teve impacto na farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento).

O ajuste da dose não é necessário para pacientes com insuficiência renal leve.

Outras populações especiais

A análise da farmacocinética populacional de pacientes adultos com artrite reumatoide demonstrou que gênero e raça não afetam a farmacocinética de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento). Não é necessário ajuste de dose nesses fatores demográficos.

Segurança pré-clínica

Carcinogenicidade

Não foram conduzidos estudos de carcinogenicidade com Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento). Dados pré-clínicos disponíveis mostraram a contribuição da citocina pleiotrópica IL-6 para a progressão maligna e resistência à apoptose de diversos tipos de câncer. Os dados não sugerem risco significativo para início e progressão de câncer durante terapia com Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento). Além disso, em um estudo de toxicidade crônica conduzido durante seis meses em macacos Cynomolgus, não foram observadas lesões proliferativas nem tampouco em camundongos deficientes em IL-6 que apresentam depleção crônica de IL-6.

Mutagenicidade

Estudos padrão de genotoxicidade em células procarióticas e eucarióticas foram todos negativos.

Comprometimento da fertilidade

Dados pré-clínicos não sugerem efeitos de um análogo de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) na fertilidade. Não foram observados efeitos em órgãos endócrinos ou do sistema reprodutor em um estudo de toxicidade crônica em macacos Cynomolgus nem alteração do desempenho reprodutivo em camundongos machos e fêmeas deficientes em IL-6.

Teratogenicidade

Quando Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) foi administrado a macacos Cynomolgus no início da gestação, não foram observados efeitos deletérios diretos ou indiretos na gestação ou no desenvolvimento embriofetal.

Outros

Em um estudo de toxicidade embriofetal conduzido em macacos Cynomolgus, observou-se discreto aumento no risco de abortamento / óbito embriofetal após exposição sistêmica elevada (> 100 vezes a exposição em humanos) no grupo que recebeu dose alta de 50 mg/kg/dia, em comparação com os grupos que receberam placebo ou dose baixa. A incidência de aborto ocorreu dentro do histórico previsto para macacos Cynomolgus em cativeiro, e casos isolados de aborto / óbito embrionário não demonstraram  relação com a dose e duração do tratamento com Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento). Embora a IL-6 não pareça ser uma citocina fundamental para o crescimento fetal ou para o controle imunológico da interface materno-fetal, a relação entre esse achado e Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) não pode ser excluída.

Observou-se a transferência de um análogo murino (componente genético) de Tocilizumabe (substância ativa deste medicamento) no leite de camundongos lactantes.

O tratamento com um análogo murino não resultou em toxicidade em ratos jovens. Em particular, não houve comprometimento do crescimento esquelético, função imunológica e maturação sexual.



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.