acerogrip c


RESULTADOS: 0

Não foram encontrados resultados.



 INFORMAÇÕES DO MEDICAMENTO


ÁCIDO ASCÓRBICO


Para que serve o Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) está indicado em todos os estados em que há deficiência ou aumento das necessidades de vitamina C no organismo.

Contraindicação do Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) é contraindicado a pacientes que apresentam hipersensibilidade ao Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa), nos casos de hiperoxalúria já que o oxalato é metabólito do Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) e insuficiência renal.

Este medicamento é contraindicado para uso em crianças.

Gravidez e lactação 

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção fenilcetonúricos: Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) comprimido efervescente 1g contêm fenilalanina.

Como usar o Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Modo de usar e posologia do Ácido Acórbido Comprimidos Revestido

Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) comprimido efervescente (uso adulto)

Tem sua dose recomendada de 1 comprimido ao dia, ou a critério médico. O comprimido efervescente deverá ser dissolvido em um copo com água.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

Modo de usar e posologia do Ácido Acórbido Solução Oral

Cada ml da solução contém aproximadamente 20 gotas.

Adultos

20 gotas (aprox. 200mg) até 4 vezes ao dia.

Crianças

3 gotas (aprox. 30mg) até 4 vezes ao dia, ou a critério médico.

Reações Adversas do Ácido Ascórbico (Vitamina C)

A Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) é bem tolerada. Altas doses podem causar diarréia e formação de cálculos renais de oxalato de cálcio. Doses diárias maiores a 600 mg podem apresentar ação diurética. A tolerância pode induzir o paciente a aumentar a dose.

Reações alérgicas e idiossincrásicas não são impossíveis de ocorrer quando do uso de vitaminas. Caso ocorra qualquer reação desagradável, a administração de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) deve ser interrompida.

Ocasionalmente desencadeiam-se perturbações digestivas, principalmente diarréia, dores abdominais (cólicas), azia, dores de estômago, enjôos e vômitos.

Aumento da diurese e dor ao urinar.

O uso por tempo prolongado pode ocasionar dependência/tolerância e a interrupção do tratamento pode causar escorbuto rebote. Pode desencadear a aparição de pedras nos rins.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária-NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal. 

Interação Medicamentosa do Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Varfarina

Há relatos raros de que a Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) pode interferir com a eficácia da varfarina. Em recentes estudos de acompanhamento, nenhum efeito foi encontrado com doses de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) até 1.000 mg por dia.

Paracetamol

Altas doses de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) podem diminuir a quantidade de acetaminofeno eliminado na urina, o que poderia causar aumento nos níveis séricos da droga.

Vitamina B12

Os relatórios precedentes de que megadoses de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) poderiam destruir a vitamina B12 não foram confirmados.

Primidona e outras drogas antiepilépticas:

Podem aumentar a excreção urinária de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa).

Flufenazina

Grandes quantidades de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) podem diminuir a quantidade de flufenazina. Administrar Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa), concomitante pode diminuir a eficácia de flufenazina.

Mexiletina

Agentes que acidificam a urina aumentam a depuração plasmática da mexiletina. O resultado pode ser uma diminuição dos níveis de mexiletina no plasma e consequente diminuição da eficácia.

Altas doses de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) podem interferir com a reação dissulfiram-álcool. Esse efeito tem sido utilizado por alguns clínicos beneficamente no tratamento das reações álcool-dissulfiram.

Os contraceptivos orais reduzem os níveis de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) no corpo através de oxidação, presumivelmente por meio de um nível aumentado de ceruloplasmina. Corticosteróides aumentam a oxidação. A calcitonita aumenta a velocidade da utilização da Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa). Os salicilatos inibem o transporte ativo através da parede intestinal. A tetraciclina inibe o metabolismo e reabsorção intracelular dos túbulos renais. O ácido acetilsalicílico, os barbitúricos e a tetraciclina aumentam a excreção de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) na urina. Com desferroxamina, pode potencializar os efeitos tóxicos pelo ferro nos tecidos.

Interações medicamento-exame laboratorial

Nos diabéticos, a Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) pode, sem modificar a glicemia, falsear a dosagem de açúcar na urina. A administração de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) deve ser interrompida alguns dias antes do exame.

O Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa), por ser uma substância redutora, pode interagir nos resultados dos exames patológicos de glicose, ácido úrico, creatinina e sangue oculto. Interromper a administração alguns dias antes de fazer o exame.

Precauções do Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Em pacientes submetidos a dietas com restrição de sal, é necessário considerar que cada comprimido efervescente de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) 1 g contém 208,5mg de sódio.

O uso de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) em pacientes renais crônicos deve ser avaliado.

Doses altas podem causar anemia hemolítica nos deficientes de G6PD, aumentar a absorção de ferro nos pacientes com anemia sideroblástica e drepanocítica, hemocromatose ou talassemia, causam o risco de precipitação de pedras de oxalato em pacientes com hiperoxalúria ou escalose, ou naqueles com cálculos renais.

Megadoses podem produzir crise de anemia falciforme.

Gravidez e lactação

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção fenilcetonúricos: Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) comprimido efervescente 1 g contêm fenilalanina.

Ação do Ácido Ascórbico (Vitamina C)

Resultados de eficácia

A Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) atua nos mecanismos de quimiotaxia e fagocitose, favorecendo o aumento da motilidade e atividade bactericida dos neutrófilos. A Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) também age como um antioxidante e neutraliza os radicais livres ou agentes oxidantes protegendo a membrana dos neutrófilos.

Características farmacológicas

A Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) é indispensável para o perfeito funcionamento de todas as células. Desempenha importante papel no metabolismo celular, participando dos processos de óxido-redução. Através de sua atuação no transporte de elétrons, intervém em diversas reações metabólicas, tais como: hidroxilação da prolina durante a formação do tecido conjuntivo; oxidação das cadeias laterais de lisina em proteínas para fornecer hidroxitrimetil-lisina para a síntese de carnitina; síntese de noradrenalina e de hormônios corticóides pelas supra-renais; conversão do ácido fólico em sua forma ativa de ácido folínico; metabolização microssomal de fármacos; metabolismo da tirosina.

O Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) tem influências múltiplas sobre o sangue, os órgãos hematopoéticos e vasos sanguíneos. Favorece a adesão das células endoteliais dos capilares, a ativação da trombina e estimula a atividade da medula óssea (produção de trombócitos, leucócitos e eritrócitos; absorção e aproveitamento do ferro; ativação do ácido fólico). O mau abastecimento orgânico de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) pode ocorrer não só em consequência de alimentação deficiente, mas também devido a distúrbios de absorção, doenças infecciosas e ao estresse. A carência de Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) manifesta-se por cansaço, resistência diminuída a infecções, sangramentos mucosos e cutâneos, retardo no tempo de cicatrização de feridas, gengivite, perda de dentes, anemia e alterações cutâneas (hiperceratose, obstrução de folículos pilosos, etc).



Assine nossa newsletter e receba as melhores promoções e ofertas de sua região




SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO OU DE SEU MÉDICO. LEIA A BULA.



Todas as informações contidas nesse site tem a intenção de informar e educar, não pretendendo de forma alguma substituir as informações e orientações do profissional da saúde ou servir como recomendação para algum tratamento, não administre qualquer tipo de medicamento sem consultar o seu médico ou farmacêutico.